DIRETO DA FAZENDA

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Bandidos que assaltaram Posto de Combustível em Itacuruba trocam tiros com a polícia após realizarem novo assalto, desta vez em Jatobá, no Sertão de PE


Na noite desta terça-feira dia (16), os bandidos que assaltaram o Posto de Combustível no trevo de Itacuruba, no Sertão pernambucano, realizaram mais um assalto. Desta vez, eles roubaram o Hipermercado São Francisco, localizado no centro de Jatobá, também do Sertão de Pernambuco.

Segundo relatos, a dona do estabelecimento, popularmente conhecida por Mazé, e sua funcionária, identificada por Janete, foram levadas como reféns. De acordo com informações repassadas ao Jatobá Notícias, os bandidos seguiram sentido Petrolândia, utilizando o mesmo veículo, modelo Polo Sedan, de cor preta, juntamente com o veículo modelo Hilux da vítima, (Mazé). 

A polícia iniciou uma perseguição e disparou contra o Polo. O bandido perdeu o controle do veículo e acabou capotando. As vítimas foram liberadas próximo a cidade de Petrolândia. Ainda não temos informações se a polícia conseguiu prender os bandidos.

Associação dos Ex - Alunos do Diocesano emite nota


terça-feira, 26 de julho de 2016

8 jovens presos portando maconha no FIG

Ontem (25.07.16), durante a realização da 5ª noite  do 26º Festival de Inverno de Garanhuns,   com shows de Loucos Nordestinos, Kleiton Barros, D’Melo e Nação Zumbi,  com um público estimado em 16.000 pessoas, a Policia Militar sob o comando do Tenente Ely Jobson e um efetivo de 95 praças e 10 oficiais, nas realizações das revistas pessoais,os militares detiveram jovens  08 (05 homens e 03 mulheres), que estavam de posse de entorpecente (maconha), em vários pontos da Esplanada.

Todos os envolvidos foram conduzidos à 18ª DESEC, onde foram lavrados TCO’s contra os mesmos. 

FAGA EMITE NOTA DE REPÚDIO POR CRIME DE INTERNET

NOTA DE REPÚDIO
A Autarquia de Ensino Superior de Garanhuns (AESGA) vem, por meio desta, repudiar de forma veemente a atitude de pessoas que nos últimos dias passaram a disseminar a divulgação de foto e vídeo através do aplicativo Whatsapp apontando que o Sr. Alberto Lobo Pedrosa – servidor público do Município de Garanhus/PE há 33 anos e professor da AESGA há 32 anos – estaria tendo relações íntimas com outro homem, ora apontando que tal ato estaria sendo praticado no banheiro da Prefeitura deste Município, ora no banheiro da AESGA.

Ao visualizar o vídeo percebe-se claramente que não se trata do Prof. Alberto Lobo, conforme injustamente está sendo divulgado, sequer o ambiente em que o vídeo fora gravado se assemelha às dependências destas Instituições assim como o outro indivíduo jamais foi visto ou identificado por alguém da cidade.

Em consulta à rede mundial de computadores verificou-se que o citado vídeo está sendo imputado aos dirigentes de agremiações desportivas da região sudeste do país. Além disso, há referências no exterior sobre este mesmo vídeo antes de sua divulgação aqui no Brasil, sendo uma delas ocorrida no México em data de 16 de julho, tudo conforme se infere da notícia publicada no site www.boatos.org, em data de 21/07/2016.

O Prof. Alberto Lobo participou da formação de diversos profissionais, atuando como docente na no curso de Administração, praticamente desde a sua criação, não sendo atribuído ao mesmo, durante todo este período, qualquer conduta que desabonasse sua atuação como professor ou servidor.

Pai de família exemplar, servidor comprometido, professor eficiente, causa repugnância a forma como foi maculada a imagem do Prof. Alberto Lobo.

O uso de mídias sociais com o intuito de lesar a imagem e a dignidade de uma pessoa é uma conduta que não pode ser aceita em hipótese alguma, principalmente por instituição de ensino superior, comprometida com valorização e respeito ao ser humano.

Constatada a falsidade das imagens divulgadas,
o Prof. Alberto Lobo informa que adotará as providências legais cabíveis no intuito de que as pessoas que de forma direta ou indireta estão participando da disseminação deste vídeo, sejam responsabilizadas criminal e civilmente.

A AESGA se solidariza com o Prof. Alberto Lobo Pedrosa e sua família diante deste difícil momento.

Autarquia de Ensino Superior de Garanhuns

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Comunicado

Enquanto os golpistas estiverem no poder este blog estará aposentado.....

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Eis o ministério de Michel Temer

Por: Severino Motta

Temer: equipe formada

O novo presidente Michel Temer acabou de oficializar sua equipe ministerial.

Kassab agora é titular da nova pasta de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações; Eliseu Padilha vai para a Casa Civil; e Alexandre de Moraes, ex-secretário de Segurança de São Paulo, substitui Eugênio Aragão no Ministério da Justiça e Cidadania.

Leonardo Picciani, líder do PMDB na Câmara e voto contrário ao impeachment de Dilma Rousseff, assumirá a pasta do Esporte.

O novo AGU, conforme divulgado ontem pelo Radar, é Fábio Osório Medina.

Segue a equipe:

– Gilberto Kassab, ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações;
– Raul Jungmann, ministro da Defesa;
– Romero Jucá, Planejamento, Desenvolvimento e Gestão;
– Geddel Vieira Lima, ministro-chefe da Secretaria de Governo;
– Sérgio Etchegoyen, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional;
– Bruno Araújo, ministro das Cidades;
– Blairo Maggi, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento;
– Henrique Meirelles, ministro da Fazenda;
– Mendonça Filho, ministro da Educação e Cultura;
– Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil;
– Osmar Terra, ministro do Desenvolvimento Social e Agrário;
– Leonardo Picciani, ministro do Esporte;
– Ricardo Barros, ministro da Saúde;
– José Sarney Filho, ministro do Meio Ambiente;
– Henrique Alves, ministro do Turismo;
– José Serra, ministro das Relações Exteriores;
– Ronaldo Nogueira de Oliveira, ministro do Trabalho;
– Alexandre de Moraes, ministro da Justiça e Cidadania;
– Mauricio Quintella, ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil;
– Fabiano Augusto Martins Silveira, ministro da Fiscalização, Transparência e Controle (ex-CGU);
– Fábio Osório Medina, AGU.

Dois Pernambucanos no Ministério do Golpe

Até a noite desta quarta-feira (11), dois pernambucanos estavam confirmados no futuro ministério do vice-presidente Michel Temer: os deputados federais Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM). O primeiro vai para o Ministério das Cidades e o segundo para o Ministério da Educação e Cultura.

Outros ministros confirmados são:

a) Alexandre Moraes, atual secretário de Segurança Pública de São Paulo, vai para a pasta da Justiça;
b) Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central no governo Lula, vai para o Ministério da Fazenda;
c) Senador José Serra (PSDB-SP), ex-prefeito e ex-governador de São Paulo, vai para o Ministério das Relações Exteriores;
d) Senador Romero Jucá (PMDB-RR) vai para o Ministério do Planejamento;
e) Ex-deputado Eliseu Padilha (PMDB-RS) vai para a chefia da Casa Civil;
f) Ex-deputado Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) vai para a Secretaria de Governo;
g) Senado Blairo Maggi (PR-MT) vai para o Ministério da Agricultura;
h) Gilberto Kassab (PSD-SP) vai para o Ministério das Comunicações;
i) Deputado Osmar Terra (PMDB-RS) vai para o Ministério Social;
j) Deputado Maurício Quintella (PR-AL) vai para o Ministério dos Transportes;
k) Deputado Ricardo Barros (PP-PR) vai para o Ministério da Saúde;
l) Alexandre de Moraes (sem partido-SP) vai para o Ministério da Justiça
m) Deputado Sarney Filho (PV-MA) vai para o Ministério do Meio Ambiente.

O PSB também foi convidado para participar do governo, mas declinou. A bancada federal gostaria de ver seu líder Fernando Filho (PE) no Ministério da Integração, mas a executiva nacional do partido não referendou a indicação.

terça-feira, 10 de maio de 2016

De acordo com site, Schumacher pode morrer nas próximas horas

A informação foi divulgada nesta terça-feira pelo News Every Day, dos Estados Unidos

JC Online

Schumi está pesando menos de 45kg
AFP

Pesando menos de 45kg, o heptacampeão mundial de Fórmula 1, Michael Schumacher, pode morrer nas próximas horas. A informação foi publicada pelo site norte-americano News Every Day nesta terça-feira. O ex-piloto alemão de Fórmula 1 está coma desde o dia 29 de dezembro de 2013, quando sofreu um acidente grave quando esquiava nos alpes franceses.  

"Ele não pesa mais do que 45 quilos e apenas um milagre pode mantê-lo vivo. Resta esperar. É uma questão de horas", relatou o doutor ao News Every Day. 

Quem também visitou Schumi e não tem boas notícias é o presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Jean Todt. "Ele está travando a batalha mais importante de sua vida", comentou. "Nós só podemos desejar o melhor para ele e para sua família", afirmou Todt.

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Presidente da Câmara anula votação do impeachment


Do G1

O presidente interino da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), decidiu, hoje, anular a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff, ocorrida no dia 17 de abril. Ele acolheu pedido feito pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo.

O deputado do PP, que substituiu Eduardo Cunha na presidência da Câmara na semana passada depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu afastar o peemedebista do comando da casa legislativa, marcou uma nova votação do pedido impeachment para daqui a 5 sessões do plenário da Câmara.

Em nota divulgada à imprensa, Maranhão diz que a petição da AGU ainda não havia sido analisada pela Casa e que, ao tomar conhecimento dela, resolveu acolher. Na decisão, ele argumenta “ocorreram vícios que tornaram nula de pleno direito a sessão em questão”.

Para Maranhão, os partidos políticos não poderiam ter fechado questão a favor ou contra o impeachment. Quando há o chamado fechamento de questão, os deputados devem seguir a orientação partidária sob pena de punição, como expulsão da legenda.

“Não poderiam os partidos políticos terem fechado questão ou firmado orientação para que os parlamentares votassem de um modo ou de outro, uma vez que, no caso deveriam votar de acordo com as suas convicções pessoais e livremente”, destacou o presidente em exercício da Câmara na decisão.

Maranhão argumenta ainda que os deputados não poderiam ter anunciado suas posições antes da sessão da Câmara que decidiu dar continuidade ao processo de afastamento da presidente Dilma. Ele também afirma que a defesa de Dilma deveria ter tido o direito de falar durante a votação do impeachment.

“Não poderiam os senhores parlamentares antes da conclusão da votação terem anunciado publicamente seus votos, na medida em que isso caracteriza prejulgamento e clara ofensa ao amplo direito de defesa que está consagrado na Constituição. Do mesmo modo, não poderia a defesa da senhora Presidente da República ter deixado de falar por último no momento da votação, como acabou ocorrendo”, afirma.

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Bomba relógio: delação premiada de Cunha é temida


Do site Conexão Jornalismo - 

Delação premiada poderá desmontar o atual Congresso Nacional

A notícia do afastamento de Eduardo Cunha, que o deixa mais perto do que nunca de uma prisão pelo juiz Sérgio Moro ou pelo próprio STF, acendeu a luz vermelha entre os deputados que são ligados organicamente ao ex-presidente da Câmara.

 O deputado eleito pelo PMDB do Rio é considerado um arquivo robusto do comportamento financeiro de centenas de campanhas políticas, conhecendo fontes de recursos, destinação e pagamentos, que garantiu a eleição de parlamentares. Uma eventual delação premiada daquele a quem se habituaram chamar de "chefe" poderá desmontar o atual Congresso Nacional.

Não por acaso, Eduardo Cunha conseguiu reverter votos que, durante a votação da admissibilidade do impeachment, na Câmara, eram contabilizados como favoráveis ao governo. Mais do que isso, conseguia convocar seus pares para votações relâmpagos, durante as madrugadas, para driblar a oposição a projetos de seu interesse. Os deputados agiam como se integrassem a bancada do Cunha - e era.

 É certo que, se houve um mínimo interesse em dissolver a corrupção enraizada no ambiente político do país, este deverá ser o caminho a ser seguido pela Justiça brasileira.

 Como religioso, Cunha tem parte da bancada evangélica que defende interesses que desmontam direitos individuais. Político, era o contato com empresas que doavam dinheiro com o qual pagava a dívida dos parlamentares do baixo clero - não somente, mas principalmente. Assim, passava a tê-los nas mãos.

 Isso tudo significa: Cunha é uma bomba relógio.

Homicídio em Calçado

Um homem foi vítima de disparos de arma de fogo e acabou morrendo na noite desta quinta-feira (05/05) na área rural do município de Calçado, no Agreste de Pernambuco.

De acordo com a polícia a vítima Edvaldo Oliveira da Silva, de 38 anos, pilotava uma motocicleta Honda CG TItan de placa KIN-8463, por uma estrada vicinal que liga os municípios de Calçado e Lajedo, quando nas imediações do Sítio Várzea dos Ossos, foi alvejado por disparos de arma de fogo, os tiros atingiram as costas e ombro da vítima, ele perdeu o controle da motocicleta, caiu e morreu no local.

Edvaldo Oliveira era morador do município de Jupi e segundo relatos estava indo para casa, o corpo permaneceu no local que foi preservado pela Polícia Militar até a chegada da Polícia Civil que realizou o levantamento do local do crime e encaminhou para o Instituto de Medicina Legal (IML), em Caruaru, este foi o 2° homicidio do ano registrado no município, a Delegacia de Calçado investiga o caso
Agreste Violento

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Tirulipa vai se apresentar em Garanhuns

O Palhaco, que herdou o trono do Pai o "Tirullipa" se apresentará no próximo dia 14 de Maio no clube AGA em Garanhuns, a apresentação será unica e a procura de ingressos esta grande, visto a fama do artista, que tem inclusive quadro fixo no Programa Domingão do Faustão da Rede Globo.
Os Ingressos estão sendo vendidos na Revistaria Avenida (Av. Santo Antônio) e no Chalé Restaurante (Av. Rui Barbosa).

Os mesmos estão com uma promoção por tempo limitado no valor de apenas R$ 30,00.

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Forrobom 2016 não terá crise e tem Zezé e Luciano com gastos de mais de meio milhão

Sem crise, o prefeito de Bom Conselho, Dannilo Godoy, do PSB de Paulo Câmara, vai contratar sem licitação uma série de artistas para shows no período de 23 a 29 de junho de 2016, para as festas juninas batizadas de Forrobom.

Dentre as atrações artísticas, está a dupla sertaneja Zezé Di Camargo & Luciano, um dos maiores cachês do país.

Os gastos totais apenas com as bandas serão de cerca de R$ 510 mil reais, apenas nestes cinco dias de festa, na cidade do Agreste pernambucano.

Pelo visto, a crise dos municípios passa longe da prefeitura de Bom Conselho.

O prefeito socialista bem que poderia dar uma aula na AMUPE e para dos demais prefeitos do Estado

Blog de Jamildo

terça-feira, 3 de maio de 2016

A decadência de um império: Grupo João Santos à beira da falência

Reportagem Especial

Redação Goiana Notícias

 Foto: Reprodução/Internet

 

Se você não tem parentes morando ou trabalhando na Ilha de Itapessoca, lugar paradisíaco localizado no distrito de Tejucupapo, em Goiana, provavelmente nunca tenha conhecido suas belezas. No entanto, o destaque para o local vai além de seus encantos naturais.

 

Em Itapessoca funciona uma fábrica de cimento, desde o ano de 1951, fundada por João Pereira dos Santos, presidente do Grupo Industrial João Santos. Além da Itapessoca Agroindustrial, que fabrica o Cimento Nassau, fazem parte do Grupo a Companhia Agroindustrial de Goiana (CAIG), localizada na Usina Santa Tereza e a TV Tribuna.

 

Os dois empreendimentos do Grupo em Goiana, Cimento Nassau e a CAIG, chegam a contabilizar quase 1000 funcionários. Considerado um dos maiores complexos industriais do Nordeste, o Grupo João Santos obteve uma receita de R$ 2,8 bilhões, em 2009, segundo dados da Isto É Dinheiro e seu patrimônio foi avaliado em cerca de R$ 5 bilhões de reais.

 

No entanto, o império do Grupo começou a andar mal das pernas há 7 anos, na ocasião da morte do patriarca e presidente do conglomerado, João Pereira dos Santos. 

 

Nos últimos meses, a Itapessoca Agroindustrial foi palco de acontecimentos que chamaram a atenção da sociedade e das autoridades para a situação em que seus funcionários se encontraram. Com meses de salário atrasados, os trabalhadores da fábrica de cimento simplesmente cruzaram os braços e se recusaram a trabalhar. Muitos alegavam até estar passando fome. A crise entre os trabalhadores e a empresa precisou de interferência do Ministério Público do Trabalho, pois a classe alegava a falta de diálogo e o descaso com a situação. O ápice da situação aconteceu no dia em que manifestantes protestaram com cartazes e apitos em frente ao escritório central da empresa, no Recife. 

 

Mal uma solução paliativa foi dada ao caso dos trabalhadores de Itapessoca, os funcionários de outra empresa do Grupo João Santos se depararam com a mesma situação. Com salários atrasados desde o mês de janeiro e após negociações que não garantiram resultados satisfatórios, foi a vez dos trabalhadores da CAIG (Usina Santa Teresa) pararem de trabalhar.

 

 

Indústrias do Grupo pararam no tempo

 

Mesmo sendo um dos mais poderosos do Brasil, o Grupo João Santos parou no tempo. A preocupação com as questões familiares ganhou mais importância do que o futuro rentável dos empreendimentos.

A prova disso é o atraso na modernização das fábricas e a busca por novos mercados que não saíram do papel. No caso do Cimento Nassau, o problema ainda é maior. A fábrica possui uma planta da década de 50, de difícil e complexa operação e manutenção. Somado a isso, o surgimento de novas fábricas de cimento na região, como o Cimento Nacional, em Pitimbu PB, do Grupo Ricardo Brennand, com plantas modernas e produção maior, acabou impactando diretamente na venda do Cimento Nassau, que deixou de ser o mais procurado devido ao preço.

 

No epicentro dos atrasos salariais e desvalorização de seus produtos está a questão familiar.

Uma reportagem produzida pela revista Isto É Dinheiro, em 2010, já anunciava a crise instaurada que, mais cedo ou mais tarde, resultaria na situação atual. 

 

Segundo a reportagem, a briga pelo controle do grupo teria de um lado Fernando Santos, José Bernadino Santos e Maria Clara Santos, filhos de João Santos e do outro lado as irmãs de João Santos, Ana Maria Santos e Rosália Santos, além de Alexandra, Rodrigo e Maria Helena, filhos do primogênito João Santos Filho, que faleceu na década de 80. As discórdias entre os parentes de João Santos começaram em 2009, durante o inventário dos bens deixados por ele.

 

O que era previsto acabou acontecendo e os próprios funcionários das empresas têm consciência de que essa disputa familiar acabou refletindo diretamente na vida de todos. É o que disse José Elizeu Ferreira, trabalhador do Grupo, durante os protestos pelo atraso de salário. “Ninguém aqui tem culpa da briga de cachorro grande entre eles. Queremos nossos direitos porque somos trabalhadores e cumprimos com nosso dever”. “Infelizmente eles envergonham até a memória do próprio João Santos”, disse outra funcionária.

 

Diante deste cenário, as especulações não poderiam ser outras. No meio empresarial e entre os próprios funcionários do grupo, a possibilidade de falência do complexo é dada como certa.

 

A Itapessoca Agroindustrial está promovendo um programa de demissão voluntária de seus colaboradores. Todos os funcionários estão sendo estimulados a procurarem o Departamento de Recursos Humanos e pedirem demissão. Em troca, a empresa se compromete a pagar todas as indenizações dos quais os trabalhadores têm direito, em dezenas de parcelas.

 

A reportagem do Goiana Notícias procurou, por diversas vezes, durante a semana, os porta-vozes do Grupo João Santos, mas não obteve qualquer resposta. O Grupo também não possui assessoria de imprensa.

 

 

Sangue e morte no canavial de Santa Teresa

 

Em 2010, a Justiça de Pernambuco condenou a Companhia Agroindustrial de Goiana (CAIG) a pagar uma indenização de R$ 100.000,00 (cem mil reais), com juros e correção monetária, à família do trabalhador Luiz Carlos da Silva, funcionário da Usina, que foi assassinado com um tiro na nuca pelos Policias Militares e seguranças da CAIG.

 

Em 4 de novembro de 1998, os canavieiros da Usina Santa Teresa e de todo o estado de Pernambuco estavam em greve, reivindicando melhores salários, pois, naquele ano, recebiam R$ 2,50 por tonelada de cana cortada. 

 

Diante da paralisação de seus canavieiros, a CAIG contratou cortadores de bambus para realizarem o serviço. O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Goiana, juntamente com mais 80 grevistas, se dirigiu à Usina para convencer os demais trabalhadores a aderirem a greve.

 

Nas terras da Santa Teresa, um bloqueio formado por Policiais Militares e seguranças da CAIG interceptaram o grupo e promoveram uma verdadeira matança, segundo o Ministério Público. Nesta noite, que marcou profundamente a categoria e a população de Goiana, treze trabalhadores rurais foram feridos com tiros nas costas e Luiz Carlos da Silva, 27 anos de idade na época, foi assassinado com um tiro na nuca.

 

A justiça ainda condenou 5 soldados e 1 Capitão da Polícia Militar de Pernambuco, o administrador da Usina Santa Teresa, o encarregado da Segurança e mais 8 seguranças. 

 

 

Vereadores não perdoaram dívidas do Grupo João Santos

 

O Governo do Estado e a Prefeitura Municipal enviaram um projeto para a Câmara de Vereadores de Goiana, em 2013, tentando aprovar a isenção do Imposto sobre Transmissão de Bens e Imóveis (ITBI) do Grupo Industrial João Santos. Se fosse aprovado, o grupo se livraria de uma dívida de quase R$ 4 milhões com o município de Goiana. Os vereadores, por 12 votos a 1, não aprovaram a isenção

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Mais de 40 homicídios registrados em Pernambuco durante o fim de semana

A maior parte dos crimes aconteceu no interior do Estado

Da Rádio Jornal 
Postado por Rebeca Montenegro

Foto: Reprodução/Internet

O último fim de semana foi de violência na Região Metropolitana do Recife e no interior do Estado. Desde a noite da última sexta-feira (8), foram registrados 44 homicídios em Pernambuco, sendo 28 no interior e 16 na RMR. A maior parte dos casos aconteceu na virada da sexta para o sábado (9), com 21 ocorrências. Destas, 12 aconteceram no interior e nove na RMR.

Já da noite do sábado para o domingo (10), foram registrados nove homicídios no interior do Estado e três no Recife e Região Metropolitana. Por fim, da noite do último domingo para esta segunda-feira (11), sete pessoas morreram no interior e quatro na RMR. No total, são mais de 40 crimes em pouco mais de 48h: quase uma pessoa morta a cada hora.