DIRETO DA FAZENDA

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Lava Jato chega de vez a Pernambuco. Empresário delatou o esquema do PSB na Petrobrás e na transposição





Com informações da Veja

Apontado pela Polícia Federal como responsável por entregar propina de empreiteiras ao ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) – morto em um acidente de avião, em agosto de 2014 –, o empresário João Carlos Lyra Pessoa de Melo Filho, conhecido como João Lyra, assinou acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF) no âmbito da Operação Turbulência. Lyra se apresentou formalmente como o único comprador do avião que caiu em Santos, no litoral de São Paulo.

O acordo ainda precisa ser homologado pela Justiça e João Lyra deve prestar depoimento nas próximas semanas. Além dele, também optaram pela delação Eduardo Freire Bezerra Leite e Apolo Santana Vieira. Os três empresários pernambucanos foram alvo da Turbulência, responsável por investigar o arrendamento da aeronave Cessna Citation PR-AFA que caiu em Santos e vitimou o então candidato à presidência Eduardo Campos.

Além dos fatos envolvendo o avião, João Lyra negociou com os investigadores o detalhamento de todas as transações financeiras realizadas por seu grupo cujos valores são oriundos de superfaturamento de obras públicas e de esquemas envolvendo empreiteiras e o governo de Pernambuco.

Para chegar aos verdadeiros proprietários do jatinho, os investigadores identificaram empresas de fachada supostamente utilizadas para lavar e escoar dinheiro oriundo de obras públicas para campanhas políticas. Foram investigados repasses da Camargo Corrêa e da OAS que teriam origem em desvios praticados em obras da Petrobras em Pernambuco e na transposição do Rio de São Francisco. Parte das informações foi compartilhada com a força-tarefa da Operação Lava Jato.

Na denúncia oferecida pelo MPF contra dezoito pessoas envolvidas no caso, o MPF apontou que os três empresários lideravam o grupo criminoso que lucrava com “a prática de agiotagem”, lavagem de dinheiro proveniente de superfaturamento de obras públicas e pagamento de propina para agentes públicos. Apesar de a primeira denúncia ter sido arquivada, a investigação continua e deve dar origem a novas denúncias.

À época da deflagração da Turbulência, o PSB, do qual Campos era presidente, reiterou a sua confiança na “conduta sempre íntegra do ex-governador” e “o apoio incondicional ao trabalho de investigação da Polícia Federal e do Ministério Público, esperando que resulte no pleno esclarecimento dos fatos”. A Camargo Corrêa afirmou que a empresa foi a primeira a colaborar e que segue à disposição da Justiça.

(Com Estadão Conteúdo)

Banco do Brasil é alvo de explosão em Glória do Goitá

Cerca de 15 homens fortemente armados explodiram o cofre da agência na madrugada desta terça-feira (24)

JC Online

Com informações da Rádio Jornal e TV Jornal

   Ainda não se sabe se suspeitos conseguiram levar alguma quantia em dinheiro

Uma agência do Banco do Brasil foi alvo de criminosos em Glória do Goitá, na Zona da Mata de Pernambuco, por volta de 1h desta terça-feira (24). De acordo com informações da Polícia Militar, cerca de 15 homens fortemente armados explodiram o cofre do local. Ainda não se sabe se eles conseguiram levar alguma quantia em dinheiro. Crime aconteceu um dia após polícia receber novas viaturas e armamentos para reduzir ataques a bancos.

Além da explosão, os suspeitos furaram os pneus de viaturas no destacamento de polícia da cidade e espalharam grampos nas vias de acesso ao município para dificultar perseguição.

Novas viaturas e armamentos para reduzir ataques a bancos

A ação em Glória do Goitá aconteceu um dia após o Batalhão de Polícia de Rádio Patrulha receber 15 viaturas e novos armamentos para retomar as atividades das Rondas Ostensivas Coronal Roberto Pessoa (Rocrop). De acordo com informações da TV Jornal, os novos veículos já estão nas ruas atendendo a 10 áreas da RMR.

Os oficiais também receberam receberam fuzis, metralhadoras e armamentos não letais, como granadas de som e luz, coletes, capacetes e escudos a prova de balas. O objetivo do Rocrop é combater os assaltos e explosões a agências bancárias, sequestros e grupos de extermínio. Todos os policiais foram treinados pela Força Nacional.

Polícia prende suspeito de participar de explosão de bancos em Amaraji

A Polícia Civil apresentou nessa segunda-feira (23) detalhes da prisão de um dos suspeitos de ter participado da explosão de caixas eletrônicos do Banco do Brasil e do Bradesco em Amaraji, na Zona da Mata Sul de Pernambuco. Ronald Anthony de Barros Dias foi preso por receptação de carro roubado e clonado, adulteração de sinal identificador de veículos, uso de documento falso e por ter ainda dois mandados de prisão em aberto por um triplo e um duplo homicídios.

Sindicato contabiliza 250 ataques a banco em Pernambuco em 2016

O Sindicato dos Bancários de Pernambuco, através de uma coletiva de imprensa, apresentou um balanço com ocorrências policiais que colocaram em risco o trabalho dos bancários em todo o Estado no ano de 2016. De acordo com a categoria, foram registradas 346 investidas violentas em Pernambuco. Destas investidas, 250 envolveram arrombamentos e explosões de caixas eletrônicos ou agências bancárias.

Dono de jato de Eduardo Campos fecha delação premiada

O empresário João Lyra é apontado pela PF como responsável por entregar propina de empreiteiras ao ex-governador

Estadão Conteúdo

Empresário se apresentou formalmente como o único comprador do avião que caiu em Santos
Foto: AFP

Apontado pela Polícia Federal como responsável por entregar propina de empreiteiras ao ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) - morto em um acidente de avião, em agosto de 2014 -, o empresário João Carlos Lyra Pessoa de Melo Filho, conhecido como João Lyra, assinou acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF) no âmbito da Operação Turbulência. Lyra se apresentou formalmente como o único comprador do avião que caiu em Santos (SP).

O acordo ainda precisa ser homologado pela Justiça e João Lyra deve prestar depoimento nas próximas semanas. Além dele, também optaram pela delação Eduardo Freire Bezerra Leite e Apolo Santana Vieira. Os três empresários pernambucanos foram alvo da Turbulência, responsável por investigar o arrendamento da aeronave Cessna Citation PR-AFA que caiu em Santos (SP) e vitimou o então candidato Eduardo Campos. 

Operação Turbulência

A reportagem apurou que além dos fatos envolvendo o avião, João Lyra negociou com os investigadores o detalhamento de todas as transações financeiras realizadas por seu grupo cujos valores são oriundos de superfaturamento de obras públicas e de esquemas envolvendo empreiteiras e o governo de Pernambuco.

publicidade

Para chegar aos verdadeiros proprietários do jatinho, os investigadores identificaram empresas de fachada supostamente utilizadas para lavar e escoar dinheiro oriundo de obras públicas para campanhas políticas. Foram investigados repasses da Camargo Corrêa e da OAS que teriam origem em desvios praticados em obras da Petrobras em Pernambuco e na transposição do Rio de São Francisco. Parte das informações foi compartilhada com a força-tarefa da Operação Lava Jato.

Na denúncia oferecida pelo MPF contra 18 pessoas envolvidas no caso, o MPF apontou que os três empresários lideravam o grupo criminoso que lucrava com "a prática de agiotagem", lavagem de dinheiro proveniente de superfaturamento de obras públicas e pagamento de propina para agentes públicos. Apesar de a primeira denúncia ter sido arquivada, a investigação continua e deve dar origem a novas denúncias. 

À época da deflagração da Turbulência, o PSB, do qual Campos era presidente, reiterou a sua confiança na "conduta sempre íntegra do ex-governador" e "o apoio incondicional ao trabalho de investigação da Polícia Federal e do Ministério Público, esperando que resulte no pleno esclarecimento dos fatos". A Camargo Corrêa afirmou que a empresa foi a primeira a colaborar e que segue à disposição da Justiça. Procurada, a OAS não respondeu até a conclusão desta edição. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Denúncias de corrupção atingem PSB e imagem de Eduardo Campos

Socialistas têm nome implicado em investigações da Polícia Federal

Franco Benites

PSB é implicado em denúncias de corrupção; a construção da Arena Pernambuco é um tema que implica os principais nomes do partido
Acervo JC Imagem

Nos últimos dez anos, o PSB de Pernambuco ampliou seu poder e prestígio, mas também viu sua trajetória ser marcada por denúncias de corrupção. Depois que morreu, Eduardo Campos teve o nome envolvido na operação Lava Jato junto com o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB). A razão é um um suposto recebimento de propinas para abastecer a campanha de reeleição de Eduardo. Além deles, foram citados o ex-presidente da Copergás, Aldo Guedes, e o proprietário da aeronave que caiu com o pernambucano em 2014.

Um empresário foragido da operação Turbulência, como a investigação foi batizada, foi encontrado morto em um motel em Olinda, mas a polícia concluiu que não houve assassinato. Recentemente, Fernando Bezerra garantiu não temer o desenrolar das investigações sobre desvio de recursos e garantiu que provará sua inocência.

Além da Turbulência, outra investigação mira o PSB. Trata-se da operação Fair Play, responsável por averiguar um suposto superfaturamento na construção da Arena Pernambuco. Um desdobramento da Fair Play levou os nomes do governador Paulo Câmara, do prefeito do Recife, Geraldo Julio, de Fernando Bezerra Coelho e do deputado federal Tadeu Alencar, todos do PSB, ao STF.

publicidade

A vereadora Marília Arraes (PT), prima de Eduardo e ex-integrante do PSB, cita essas operações para criticar o antigo partido. “Em Pernambuco, o epicentro da corrupção está no PSB e não no PT”, diz, ressaltando que as delações da Odebrecht vão atingir os socialistas estaduais. “A Arena Pernambuco foi uma ação dolosa. A operação Turbulência revelou que os investimentos que vieram para cá geraram desvio de recursos”, completa o deputado estadual Edilson Silva (PSOL), que faz oposição ao governo Paulo Câmara na Assembleia.

Futuro líder da bancada de governo na Assembleia, o deputado estadual Isaltino Nascimento (PSB) defende o partido. “As investigações são importantes, mas você só é culpado quando há provas. Vivemos um período policialesco e o tempo vai demonstrar que não há vinculação com atos de corrupção”, assegura.

Casa dos Frios pede desculpas por constrangimento a cliente

Motorista foi revistado pela Polícia após funcionária afirmar que ele tinha uma arma

JC Online

Mário gravou vídeo sobre o caso
Reprodução

Depois do episódio da última sexta-feira (20), em que um cliente foi acusado de ser um assaltante por funcionários da Casa dos Frios, o estabelecimento divulgou uma nota de esclarecimento onde pede desculpas pelo ocorrido.

A nota chega no dia em que um grupo resolveu protestar contra o ocorrido, em frente à loja. No dia anterior, o motorista Mário José Ferreira, injustamente acusado, gravou um vídeo onde relata sua versão do caso.

REAÇÃO

Na web, pipocaram os protestos contra o que as pessoas consideraram atitude racista do estabelecimento. Mário é negro e estava comprando produtos para seu chefe, o advogado Gilberto Lima, quando uma funcionária afirmou que o motorista estaria armado e chamou a Polícia.

Leia a íntegra da nota:

Como largamente divulgado na imprensa e redes sociais, no último dia 20 de janeiro, um lamentável episódio ocorreu nas dependências de nossa empresa. Estamos vivenciando um período de extrema violência, gerando, em toda a população, um forte sentimento de insegurança. Os nossos funcionários vivenciam esta preocupação no dia a dia. São cidadãos normais, com seus medos e anseios, e acompanham o noticiário diuturno da violência que só faz aumentar em todo o Brasil.

publicidade

Quanto ao ocorrido, um protocolo de segurança foi acionado após uma funcionária afirmar, categoricamente, que um cliente que já havia entrado por duas vezes naquela mesma noite, no estabelecimento, estaria portando arma de fogo. O procedimento adotado pelo gerente foi o de acionar a polícia, comunicando a suspeita, visando a resguardar a integridade de seus clientes, empregados e do seu patrimônio, diante, repita-se, do relato apresentado pela funcionária.

O fato, sem dúvida alguma, gerou forte constrangimento ao nosso cliente Mário José Ferreira. Só nos resta pedir perdão e lamentar profundamente o ocorrido, compreendendo o seu justo e legítimo sentimento de indignação.

A Casa dos Frios é uma empresa familiar, reconhecida pelo carinho e respeito que transmite a todos os seus clientes, sem qualquer tipo de distinção. Não admitimos, portanto, que sejam adotadas posturas preconceituosas ou discriminatórias, o que confiamos não ter ocorrido no presente caso.

Como já afirmado, tudo não passou de um lamentável mal-entendido, fruto do sentimento de insegurança que permeia a sociedade brasileira. A Casa dos Frios reitera o pedido de perdão ao cliente e se desculpa perante toda a sociedade pernambucana.

Gravador de voz do avião que matou Teori foi danificado pela água, diz Cenipa



Aparelho que registra conversas na cabine da aeronave precisará ser submetido a secagem e verificação da integridade das gravações

Fábio Grellet, enviado especial , 
O Estado de S.Paulo

PARATY (RJ) - O gravador de voz (Cockpit Voice Recorder, CVR) recolhido nos destroços do avião que caiu no mar em Paraty (RJ) na última quinta-feira, 19, matando o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki e outras quatro pessoas, foi danificado pelo contato com a água, informou na tarde desta segunda-feira, 23, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) da Força Aérea Brasileira (FAB).

A água atingiu, segundo os militares encarregados das investigações, a "base" do equipamento, onde estão cabos e circuitos  que fazem a ligação para armazenamento das informações. A outra parte do gravador, que armazena os dados gravados, é, segundo o Cenipa, "altamente protegida". O aparelho registra conversas na cabine da aeronave e pode ajudar os investigadores a entender o que aconteceu momentos antes da queda.

Foto: Fabio Motta/Estadão

Balsa chega para retirar destroços da aeronave acidentada proximo a Ilha Rasa em Paraty

PUBLICIDADE

inRead invented by Teads

O aparelho, que chegou no sábado, 21, a Brasília para ser analisado no Laboratório de Análise e Leitura de Dados de Gravadores de Voo (Labdata), precisará ser submetido a secagem, verificação da integridade das gravações, degravação dos dados  e sua transcrição.

"O tempo de duração de todo o processo depende das condições do equipamento", afirmou o Cenipa, em nota

Vídeo mostra presos em Alcaçuz supostamente queimando corpos em Natal

A penitenciária vive uma guerra entre duas facções rivais desde o dia 14 de janeiro, quando pelo menos 26 presos foram assassinados brutalmente e boa parte da penitenciária passou a ser controlada pelos detentos. 
Foto: Andressa Anholete / AFP

Agência Brasil

A Agência Brasil teve acesso a dois vídeos em que presos da penitenciária de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, dizem estar queimando partes de corpos humanos em fogueiras para consumo com os rivais. O vídeo foi retirado do Youtube, pelas imagens fortes.

 O governo reconhece que as imagens foram feitas no presídio, mas afirma que não tem registro desse tipo de crime, apesar de denúncias informais de canibalismo feitas por familiares de detentos à imprensa.
A penitenciária vive uma guerra entre duas facções rivais desde o dia 14 de janeiro, quando pelo menos 26 presos foram assassinados brutalmente e boa parte da penitenciária passou a ser controlada pelos detentos. Até agora, as forças policiais controlam a área externa de Alcaçuz e fazem intervenções pontuais no local para realizar buscas por corpos e construir um muro de contêineres que separa os pavilhões controlados pelos grupos rivais.

Em um dos vídeos, um preso aparece queimando pedaços de carnes e pele que eles dizem na imagem ser de corpo humano, espetadas em um vergalhão. Um deles avisa: “Churrasco de PCC”. Em seguida, a câmera se volta aos detentos, que não têm receio de mostrar o rosto.

O vídeo foi retirado do Youtube, pelas imagens fortes.Foto: Reprodução / Youtube

Eles informam que são do Pavilhão 2, controlado pelo Sindicato do Crime do RN, e estão vingando mortes ocorridas no Pavilhão 4, supostamente cometidas por integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC). Eles parecem se dirigir diretamente aos rivais, enviando recados de vinganças e retaliação.

Em outro vídeo, um antebraço é colocado no espeto enquanto um preso narra os acontecimentos: “estamos aqui em mais um dia de guerra na penitenciária de Alcaçuz”, começa a narração, enquanto outros espetam a carne com facões. Ao fundo, dezenas de detentos se aproximam e o que parece ser um corpo mutilado é arrastado, amarrado com um lençol. “Vai tocar fogo agora. Essa é a realidade”, volta a dizer o narrador.

As esposas de detentos que fazem vigília na porta do presídio já tinham informado à reportagem que receberam notícias sobre suposto canibalismo na unidade, mas nenhum indício havia sido divulgado. Em ambos os vídeos não é exibida qualquer cena em que os presos de fato comam os pedaços.

A fogueira utilizada para assar os corpos no pátio da penitenciária já havia sido citada pelo diretor do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), Marcos Brandão. Ele informou, por telefone, que várias delas foram encontradas na área. “Ainda vamos examinar se nessas fogueiras há algum material humano, porque lá realmente não deu para verificar. Recolhemos um material que vamos analisar para saber se é corpo. A gente ainda vai analisar, não estou dizendo nada conclusivo”, disse, ontem.

A assessoria de comunicação da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) do Rio Grande do Norte confirmou que as imagens foram feitas na penitenciária de Alcaçuz, “certamente na primeira rebelião”, ocorrida no dia 14 de janeiro. O órgão informou ainda que duas buscas já foram realizadas no interior do presídio em busca de mortos, e que não há registro de canibalismo.

“Como os equipamentos de bloqueio de sinal de celular foram danificados na rebelião, os rebelados usam informações, via celular, para aterrorizar a população. Os equipamentos serão restabelecidos tão logo haja condições para garantir o trabalho dos técnicos”, informa a nota enviada à Agência Brasil.

Avião da Gol sobrevoa Distrito Federal por quase 3h após falha

O trem de pouso da aeronave não se recolheu e piloto decidiu interromper viagem para Boa Vista, em Roraima, por segurança. Foi preciso gastar combustível antes de pousar

JC Online

Com informações do G1

Passageiro afirmou que só soube de falha no avião da Gol após pouso no DF
Foto: TV Globo/Reprodução

Um avião da Gol que levaria 130 passageiros de Brasília para Boa Vista, em Roraima, precisou interromper a viagem por segurança após o trem de pouso não se recolher e sobrevou a capital federal por cerca de três horas antes de pousar, na madrugada desta segunda-feira (23).

O procedimento foi adotado pelo piloto para gastar combustível e diminuir o peso da aeronave antes de voltar para o Aeroporto JK, no Distrito Federal.

Passageiro diz que só soube de falha no avião da Gol após pouso no DF

Um dos passageiros informou ao G1 que só veio ser informado sobre a situação após o retorno da aeronave. "Foi um funcionário aqui da Gol, no desembarque [quem informou]. Ele esperou todo mundo desembarcar, reuniu todo mundo e avisou", disse.

Os viajantes foram levados pela Gol a um hotel e devem embarcar de novo para Roraima às 12h.

Chuvas fazem estragos mais trazem alegria ao sertão


Chuva com fortes ventos causa estragos em Afogados da Ingazeira

A chuva registrada em Afogados da Ingazeira nesse domingo (22) deixou ruas alagadas, árvores caídas e chegou a provocar o destelhamento de uma escola.

Rádio Jornal

Foto ilustrativa

Uma chuva com fortes ventos foi registrada em Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú, nesse domingo (22), provocando o destelhamento de uma escola, queda de árvores e de energia em alguns bairros, e deixando algumas lojas e casas sem portas, além de ruas alagadas. A chuva chegou até a interferir na partida de futebol entre Afogados e América-PE, que ficou paralisada por quase 20 minutos.

Além de Afogados da Ingazeira, choveu também em cidades como Tabira e Carnaíba, onde foi somado 47mm de chuva. Já em Iguaracy, as águas caíram na zona rural do município, enchendo os barreiros e alegrando os agricultores. A previsão para esta segunda-feira (23) é de 75% para que a chuva continue na região do Pajeú. 

publicidade

Chuva leva alegria à Pesqueira

Em contrapartida aos estragos causados pela chuva em Afogados da Ingazeira, a pluviosidade registrada neste domingo (22) em Pesqueira e região, no Agreste do Estado, levou esperança novamente aos agricultores e pecuaristas. Com isso, o povoado de Ipanema, que registrou 30mm de chuva, prepara-se para o plantio. Também houve relato de chuvas no distrito Pérpetuo Socorro, do município de Alagoinha, e em alguns sítios da localidade.

Motociclista morre após bater em caminhão na BR-101


TV Jornal

Reprodução/TV Jornal

Um motociclista morreu após um acidente na BR-101 na manhã desta segunda-feira (23). Por volta das 6h30, o homem bateu na traseira de um caminhão, no quilômetro 67 da rodovia, próximo ao Hospital das Clínicas, na Cidade Universitária.

O piloto da moto, que tinha 52 anos, não resistiu ao impacto e morreu na hora. A faixa da esquerda precisou ser interditada e o trâsito ficou lento na rodovia no sentido do Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa). Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi encaminhada ao local para atender a ocorrência.

A causa do acidente ainda está sendo apurada. Uma equipe do Instituto de Medicina Legal (IML) foi acionada e removeu o corpo do local

Motorista que acusou Casa dos Frios de racismo grava vídeo sobre caso

Em vídeo, Mário José Ferreira falou sobre ter sido confundido com assaltante em loja do Recife

JC Online

"Por ser negro, não posso entrar em certos lugares", diz motorista
Foto: Internet/reprodução

Após ser confundido com um assaltante na tarde da última sexta-feira (20) enquanto fazia compras no Empório Gourmet Casa dos Frios, localizado no bairro das Graças, Zona Norte do Recife, o motorista Mário José Ferreira postou um vídeo no facebook relatando o ocorrido e acusando a empresa de racismo. O caso foi primeiramente denunciado pelo patrão de Mário, o advogado Gilberto Lima, e tomou grande repercussão. Segundo o advogado, Mário sempre faz compras na Casa dos Frios, mas costumeiramente está fardado. Ontem, não estava.

"Fui na loja mandado pelo meu patrão para fazer umas compras. Fiz as compras normal, vi que faltou uma parte do dinheiro e fui pegar no carro. Quando voltei, a loja estava fechada só para mim e chamaram a polícia", comenta o motorista no vídeo.

Mário teria deixado uma quantia de R$ 600 no caixa quando se dirigiu ao veículo para pegar o restante do valor. Ainda de acordo com ele, a polícia realizou uma revista vexatória em frente a todos os passantes e depois afirmou que o motorista estava sendo acusado de tentativa de roubo e porte de arma de fogo. Nada foi encontrado durante a revista.

"Depois, o gerente veio falar comigo e pediu para eu deixar para lá. Pediu desculpas e disse que não passou de um mal entendido", diz Mário. "Você é um cidadão que paga seus impostos, mas acredito que por ser negro não pode entrar em certos cantos nesse nosso Pernambuco, e sofre esse tipo de preconceito", completa. 

Em nota, a Casa dos Frios afirmou que a história foi contada de forma equivocada. De acordo com a empresa, a polícia foi chamada porque uma funcionária da loja imaginou ter visto uma arma de fogo escondida embaixo da camisa de Mário. A marca afirmou, ainda, que o procedimento não teve nenhuma ligação com o fato de o motorista ser negro. 

Manifestação

Em repúdio ao ocorrido, um grupo está organizando, por meio de um evento no facebook intitulado "Negr@ só se for fardado? Racismo institucionalizado", uma manifestação contrária à Casa dos Frios. O evento deve ocorrer na segunda-feira (23) a partir das 17h. 

domingo, 22 de janeiro de 2017

Polícia Militar acionada para conter vários arrastões em Olinda

Informações sobre tiroteio entre grupos rivais também foi repassada ao Centro de Operações da PM

Policiais militares do 1º Batalhão e da Companhia Independente de Apoio ao Turista (CIATur) foram acionados na noite deste domingo para atender a diversos chamados de arrastões no Sítio Histórico e proximidades. De acordo com a PM, o registro de tiroteio foi na Avenida Joaquim Nabuco. Até o momento, não há informações de feridos. 

Relatos de arrastões também nos Quatro Cantos e no bairro do Carmo. As ruas e ladeiras de Olinda estão tomadas de foliões que acompanham as prévias carnavalescas desde o mês de dezembro do ano passado. Mesmo com a presença da Polícia Militar, os suspeitos insistem em provocar brigas e fazer arrastões. 

Bares e restaurantes fecharam as portas com os clientes dentro. O trânsito para quem chega e sai de Olinda está complicado e as paradas de ônibus lotadas, com muita gente tentando deixar o local ao mesmo tempo.

Segundo a assessoria de comunicação da Polícia Militar, rondas estão sendo realizadas em todas as áreas do Sítio Histórico. Um total de 80 PMs estão trabalhando no policiamento a pé pelas ruas de Olinda. Além disso, existe o apoio de viaturas e do Batalhão de Cavalaria. Um balanço sobre as ações da noite deste domingo deve ser divulgado nesta segunda-feira.

GARANHUNS ACUADA: Farmácia Droga Rápida da Rui Barbosa é assaltada


O crime não pode vencer a sociedade, sob pena de entrarmos em uma era de barbárie, mas, Garanhuns parece está perdendo essa batalha. A cidade vive dias de tensão com a eclosão de roubos, assaltos e furtos na zona urbana.  A situação ficou pior depois que entraram em uma delegacia de Polícia Civil e de lá levaram armas e munições.  O fato é carregado de simbolismo pois a população garanhuense descobriu - da pior maneira - que não há limite para o crime e que ninguém está fora do alcance dos marginais. Nem mesmo a polícia.


Na madrugada de ontem, 21 de janeiro, mais um estabelecimento foi alvo de assalto em Garanhuns. Por volta das 4 da manhã,  dois homens entraram na Droga Rápida da Rui Barbosa armados com uma faca e ameaçaram o atendente e o caixa. A dupla levou os celulares das referidas vítimas e seguiu para o caixa. Sob grave ameaça, os dois marginais subraíram 200 reais do caixa. Eles fugiram com destino ignorado. A PM foi acionada, mas não conseguiu a localização dos assaltantes e ninguém foi preso

V&C Garanhuns

Após tentativa de assassinato, pastor Valdemiro obtém de fiéis R$ 8 milhões para bancar TV

IG

Valdemiro Santiago (Foto: Divulgação)

O pastor Valdemiro Santiago, após sofrer uma tentativa de assassinato, conseguiu obter, neste mês de janeiro, R$ 8 milhões que pediu aos fiéis para bancar um mês de seu canal, a Rede Mundial.

Para quem não sabe, o religioso iniciou a campanha de doação para a TV logo após ter alta do ataque sofrido de um fiel, que o atingiu a golpes de facão.

O veterano pediu que 8.000 de seus seguidores aceitassem o “desafio” de doar R$ 1.000 para ajudar na tele-evangelização, através de um dos programas de seu canal 32.1 UHF (também presente na Net no canal 25).

De acordo com informações do jornalista Ricardo Feltrin, depois do ataque que o pastor sofreu, os templos da Mundial voltaram a ficar lotados como ocorria cerca de cinco anos atrás, rendendo mais lucro a Valdemiro. A igreja está instalada em cerca de 20 países.

sábado, 21 de janeiro de 2017

Shopping de Carpina começará a todo vapor

Paulo Câmara lança Pedra Fundamental do Shopping Carpina

 

Promover a descentralização das atividades econômicas no Estado e contribuir para a geração de emprego e renda em todos os Municípios. Foi o que defendeu o governador Paulo Câmara, nessa sexta-feira, dia 20, durante cerimônia de lançamento da pedra fundamental do Shopping Carpina, na Zona da Mata Norte. O empreendimento, que vai gerar cerca de 1,3 mil empregos diretos, chega para reforçar a comercialização local e estimular o desenvolvimento social e econômico de Carpina e região. A previsão de conclusão é para o primeiro semestre de 2018. 

“Estou muito satisfeito, como Governador, em poder incentivar investimentos como esse. Esse ato de hoje é mais uma prova de que as empresas acreditam em Pernambuco, sabem que investir aqui dá certo", destacou Paulo Câmara. O chefe do Executivo destacou ainda os benefícios econômicos e sociais que a implantação do equipamento vai proporcionar. "Carpina vai ter agora um complexo comercial que vai induzir o desenvolvimento na região, além de capitalizar e incentivar o empreendedorismo local, vai oferecer à população uma nova perspectiva", pontuou. 

Tendo como atividade predominante a agroindústria, Carpina é um forte produtor da cana-de-açúcar, que emprega grande parte da mão-de-obra local. Com a chegada do novo polo comercial, serão gerados cerca de 300 empregos diretos durante o período de obras. Após a conclusão, outras mil vagas serão ofertadas para a população, fortalecendo o mercado de trabalho e estimulando a comercialização no município.

ESTRUTURA – O Shopping Carpina contará com mais de 70 lojas na primeira fase. O espaço vai contemplar três salas de cinema, praça de alimentação, alameda de serviços, área de lazer e games. Com um terreno de 30.000 m² de área construída, o centro comercial receberá um investimento total de R$ 30 milhões da Petribú Empreendimentos para a primeira etapa.  

GARANHUNS - Enquanto isso, a população do Agreste Meridional aguarda o inicio das obras de construção do Garanhuns Garden Shopping, cuja pedra fundamental foi lançada no dia 16 de julho de 2015 (imagem ao lado), contando inclusive com a presença do Governador Paulo Câmara.

O objetivo inicial da Tenco Shopping Centers - empresa responsável pelo Empreendimento, seria inaugurar o Centro de Compras no Dia das Mães deste ano (14 de maio), porém o projeto sofreu adiamentos por conta de problemas burocráticos e segue sem definição de prazo para o inicio das obras.

Carlos Eugênio